Para que serve a auditoria em sistemas de gestão da qualidade?

Em primeiro lugar, é imprescindível informar que todos os sistemas de gestão são auditáveis, seja de gestão da qualidade, ambiental, de responsabilidade social, gestão integrada, energia e até o de segurança e saúde no trabalho.


E para que a empresa precisa dessa certificação? Através da certificação a empresa comprova, através de uma auditoria, que possui qualidade nos processos de acordo com cada norma regulamentar.


É a certificação ISO que comprova se os seus processos estão padronizados, atendendo às expectativas de todos os envolvidos.


Imagem: Pixabay

A empresa não é obrigada a ter certificações ISO. Do ponto de vista jurídico, os únicos requisitos obrigatórios para uma empresa que está procurando se certificar na ISO 9001, por exemplo, são as regulamentações específicas do seu setor de operação.


Então, cabe a empresa decidir se deve ou não se deve obter as certificações, porém, em muitos casos as normas são importantes para empresas que queiram se destacar, e ter a certificação como um diferencial competitivo.


Qualquer empresa pode ter certificação de qualidade? Sim, empresas de qualquer porte podem ter as certificações ISO. Embora muitos empresários questionem a utilidade da norma de qualidade da ISO, as vantagens são inúmeras.


Alguns benefícios das cerificações são:

  • Confiabilidade: Agregar o selo a sua marca significa que a empresa cumpre cada um dos requisitos estipulados pela ISO 9001. Ou seja, o selo de qualidade traz segurança e confiança para as empresas que a utilizam.

  • Satisfação do consumidor: Empresas que contam com clientes mais satisfeitos tem mais probabilidade de crescimento no mercado, gerando empregos e renda, haja visto que várias normas foram criadas com o foco voltado para o cliente.

  • Reconhecimento internacional: Não me refiro apenas a ser conhecida como uma empresa que "possui" a certificação, mas sim a poder participar de mercados externos. A exportação de melão realizada empresa norteriograndense, Agrícola Famosa, é um exemplo de empresa que tem várias certificações, caso contrário, não demonstraria capacidade "técnica" para participar de mercados fora do país. Portanto, se você deseja ampliar as fronteiras do seu negócio, um dos esforços da sua empresa deve consistir em adquirir o selo de qualidade.

  • Melhoria da imagem da empresa: Tendo como premissa a melhoria contínua dos processos, as empresas certificadas demonstram empenho nesse aperfeiçoamento.



Agora um exemplo: vamos imaginar uma empresa que produz bolos caseiros. Esta empresa não tem certificação de qualidade baseado na ISO 9001, portanto não há controle nos processos de produção. E, digamos esta empresa fictícia tem apenas 5 funcionários. Em certo dia, um dos funcionários, por motivo qualquer precise faltar. Como não há padronização dos processos, uma série de aspectos negativos poderão ocorrer na produção, como irregularidades no produto - sabor, tamanho, aspectos visuais.


A norma de qualidade resolve problemas como esse. São criados padrões que possibilitam que a empresa mantenha a qualidade independentemente da presença ou ausência de um ou mais funcionários. Ou seja, a norma ajuda a manter a qualidade dos bolos.


Embora essa norma não atue diretamente nos serviços e produtos, sua aplicação resulta na melhoria do produto/serviços.


Outro exemplo, é da norma ISO 14001 - Gestão Ambiental. Como é de conhecimento geral, todos nós precisamos cuidar do meio ambiente. Empresas que possuem a certificação de gestão ambiental, demonstram preocupação com:

  • Proteger o meio ambiente com a prevenção ou mitigação dos impactos ambientais adversos;

  • Tentar anular os potenciais efeitos adversos das condições ambientais na organização;

  • Auxiliar a organização no cumprimento da legislação ambiental.


A auditoria em si, envolvem três grupos de atores:


  • O auditor: que é a pessoa com competência e capacidade técnica para realizar a auditoria.

  • O cliente da auditoria: organização que requisitou a auditoria.

  • O auditado: que é a organização a ser auditada. Pode ser o próprio cliente, parte dele ou uma organização independente.


"O auditor pode assumir uma pilha de fórmulas e check lista, mas sem o conhecimento baseado em experiências ele não conduzirá bem a sua função... Auditorias devem ser usadas para promover a qualidade, não para inspecionar". Kaoru Ishikawa

Quais são os modelos de auditoria?


  • Auditoria interna: Acontece quando a própria empresa audita seus sistemas e processos. Mesmo realizada internamente, os padrões devem ser seguidos rigorosamente .

  • Auditoria no fornecedor: Pode ser realizada pela empresa ou por terceiros e o objetivo é avaliar os requisitos contratuais da parceria firmada.

  • Auditoria externa: é realizada por uma certificadora devidamente homologada no Inmetro, organismo representante do Brasil na ISO , que deve ter um vínculo com Inmetro. Esse auditor valida e documenta todos os requisitos, verificando se as melhorias foram estabelecidas e se a empresa cumpre normas e sugestões. Caso tudo esteja correto, ele valida a ISO em questão.


E, para que serve uma auditoria?


A realização de uma auditoria tem vários objetivos: Certificação; Garantia da qualidade; Credenciamento ou acreditarão; autodeclaração de conformidade e prêmio.


As auditorias são realizadas em intervalos periódicos e, tem um ciclo constituído por etapas bem definidas que envolvem seus atores. É responsabilidade deles fazer com que as atividades sejam completadas.




Referências externas:

CAMPOS, Vicente Falconi. TQC - Controle de Qualidade Total (no estilo japonês) / Vicente Falconi Campos. Nova Lima - MG: Editora Falconi, 2004.

CERQUEIRA, Jorge Pedreira de. Sistemas de Gestão Integrados: ISO 9001, NBR 16001, OHSAS 18001, SA 8000: Conceitos e Aplicações / Jorge P. Cerqueira - Rio de Janeiro: Qualitymark Editora, 2012.