A tecnologia nossa de cada dia

O que é tecnologia para você? Se você acha que é um sinônimo para smartphones de última geração com “n” câmeras e telas de “x” polegadas, de certa forma você tem razão. Mas não é só isso. A tecnologia é mais antiga do que imaginamos. Cientistas e pesquisadores não são capazes de afirmar, ao certo, quando é que começaram a aparecer os primeiros avanços nesse sentido, mas acredita-se que se trata de um processo surgido há muito tempo.






Ao longo da história, temos exemplos de como a tecnologia influenciou a nossa evolução. Mediante a utilização de pedras, madeira, metal e fogo, inovamos e modificamos nossa forma de estar no mundo. Se voltarmos no tempo, a descoberta do fogo, por exemplo, proporcionou o advento de uma tecnologia dominada pelos nossos antepassados há mais de 300.000 anos. A nossa condição de nômade foi abandonada com a descoberta da técnica de plantar alimentos, passo decisivo para o domínio da agricultura e para o processo de fixação dos grupos de humanos.


Avanços tecnológicos costumam surgir diante da necessidade de suprir alguma deficiência ou otimizar ações humanas. A primeira calculadora comercial, criada em 1640 e chamada de Pascalline, surgiu da necessidade de um contador de realizar cálculos mais avançados. Mas não nos enganemos: ela, a tecnologia, não apareceu apenas para o bem. Segundo Sérgio Czajkowski Jr, professor da Universidade Positivo e do UniCuritiba, “mesmo sendo inegável que a tecnologia foi vital para uma ‘evolução’ da humanidade, é salutar sempre se mencionar que esta não é neutra e que nem todos os avanços tecnológicos redundaram em benefícios para toda a humanidade”. Os equipamentos alemães da segunda guerra mundial, por exemplo, eram os melhores e mais avançados do ponto de vista tecnológico.


Quero pedir licença para dar um salto no tempo e entrar no século XX. Alguns ramos da tecnologia se destacaram mais do que outros. No final do século XX, a tecnologia da informação, junto com a evolução da microeletrônica, gradualmente nos trouxe computadores, internet, mais recentemente os smartphones, e, a partir daí, novas ramificações, como robótica, inteligência artificial, Machine learning, entre outras.


Ouço muitas vezes em sala de aula perguntas como: “Os robôs vão tirar o emprego dos humanos?” e algumas variantes desse tipo de questionamento. Quero tranquilizar você, caro leitor: segundo muitos estudos, vários empregos desaparecerão do mundo, mas, em contrapartida, haverá mais vagas de emprego do que hoje, em novas áreas do conhecimento. Segundo o educador inglês, Sir Ken Robinson “As crianças de hoje trabalharão em empregos que não existem atualmente”. Então, não precisamos ficar preocupados, mas apenas atentos às transformações. Em outras palavras, só teremos que nos adaptar a essa nova realidade.





Voltando à tecnologia nossa de cada dia, para mim, no meu trabalho com elaboração de aulas, edição de vídeos e marketing, a tecnologia se faz presente por todos os lados. Encaro a tecnologia como uma ferramenta, como era no passado, e que deve ser utilizada para resolver nossos problemas.


Digo mais: a melhor tecnologia é aquela que é invisível aos nossos olhos. A que funciona sem precisar reiniciar qualquer coisa, a que nos leva a melhorar nossa produtividade, a que faz o trabalho repetitivo num piscar de olhos, e, principalmente aquela que, através de uma ligação de vídeo, nos aproxima daqueles que amamos. Obrigado, Tecnologia!

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo